Opções de hospedagem para seu site WordPress

Uma das primeiras decisões que temos quando decidimos criar nosso site é onde hospedá-lo. Como o site é sua vitrine virtual, sua imagem não pode ficar arranhada por conta de uma hospedagem ruim. Saiba quais são as opções para você hospedar um site WordPress

WordPress precisa do que chamamos de LAMP ou LEMP: Linux com Apache (ou Nginx no caso do LEMP), MySQL e PHP. Apesar de também funcionar em Windows, para evitar dores de cabeça o ideal é se ater ao Linux.

  • Servidor Web: Apache ou nginx (a pronúncia é como a palavra Engine e a letra X, ambos em inglês);
  • Servidor de banco de dados: MySQL;
  • Linguaguem: PHP.

O preço não é a única coisa a que devemos ficar de olho ao escolher a hospedagem. Eu diria até que não é o fator mais importante. É claro que vai ser um fator definitivo pra escolhermos qual empresa ou plano iremos usar, mas fatores como suporte, confiabilidade, uptime, etc, têm peso no mínimo igual ao preço.

Eu também queria que as coisas fossem grátis, quem não quer? Como diria o Raul, pode vir, que agora é free! Mas como em quase tudo na vida, com a hospedagem grátis você pode estar levado um serviço com a qualidade compatível com o que você está pagando 😉

Opções de hospedagem

WordPress.com

Site do WordPress.com

Quem melhor para hospedar o seu site que os principais desenvolvedores do WordPress? Este também é um exemplo de que o grátis pode valer a pena, já que o plano mais básico é gratuito, mas limitado.

O plano gratuito dá direito a subdomínio wordpress.com e 3GB de espaço para armazenamento. Além disso seu site mostrará anúncios do WordPress.com.

A partir de R$ 15 mensais é possível ter seu próprio domínio, além de outras vantagens como mais espaço de armazenamento e remoção de anúncios.

Vantagens: preço, velocidade, segurança.

Desvantagens: Limitação de plugins, limitação maior de espaço, outros serviços têm que ser pagos.

Hospedagem compartilhada

Fácil de encontrar por aí e barata. Às vezes muito barata. A hospedagem compartilhada é ótima pra quem está começando, com um site que ainda não tem muito tráfego.

Compartilhada significa que você irá dividir o servidor com os sites de outras pessoas. Se bem configurado, não deve haver problemas de segurança, mas se seu site começa a ter mais acessos, atinge o limite recursos do servidor. O problema é que em uma hospedagem compartilhada este limite é baixo, e seu site ficará lento. Para continuar funcionando com a velocidade adequada, o ideal é mudar para um tipo de hospedagem que aguente mais o tranco.

Praticamente todos os provedores de hospedagem têm um plano de hospedagem compartilhada. Normalmente é o mais barato anunciado.

Vantagens: preço.

Desvantagens: velocidade, sendo que segurança também pode ser um problema.

Private Virtual Server

VPS significa Servidor Privado Virtual. Costuma ser chamado também de cloud, apesar de haver divergência sobre esta denominação.

Neste tipo de hospedagem seu site está em um servidor só dele, só que este servidor não existe fisicamente. É um computador virtual, compartilhando com outros computadores virtuais um servidor muito potente. A vantagem em relação à hospedagem compartilhada é que os recursos alocados ao seu servidor são só seus; você não vai compartilhar a memória e o CPU com mais ninguém.

A desvantegem é que o serviço começa a ficar mais caro. Existem servidores VPS mais baratos, mas normalmente é você que tem que fazer a instalação, manutenção e gerenciamento de todos os serviços do seu servidor.

Praticamente todos os provedores possuem um plano de VPS, que pode ser chamado de Cloud, dependendo da empresa. Há alguns provedores especializados em VPS, como Linode e Digital Ocean, com planos baratos (a partir de U$ 5). Como não são gerenciados, o cliente é reponsável pela instalação e manutenção do servidor.

Outro provedor de hospedagem deste tipo é a Amazon AWS, que está mais próximo do conceito clássico de cloud, onde os servidores podem ser espalhados geograficamente, mais próximos de quem está acessando.

Screenshot da Amazon AWS

Vantagens: preço, velocidade.

Desvantagens: Pra deixar o site veloz e seguro é preciso saber o que se está fazendo.

Hospedagem gerenciada para WordPress

Este tipo de de hospedagem está crescendo hoje em dia, devido a popularidade do WordPress. Se encontra entre a hospedagem compartilhada e os VPS, pois possui mais recursos que a hospedagem compartilhada, mas não é preciso colocar a mão na massa como nas hospedagem em VPS.

Alguns exemplos são a Kinsta e ManageWP.

Vantagens: velocidade, segurança.

Desvantagens: preço, algumas limitações impostas pela empresa de hospedagem.

Servidor Dedicado

É um computador só seu (my precioussssssss) que fica dentro da infraestrutura do servidor de hospedagem. Mais caros, não vejo hoje em dia muita vantagem neste tipo de serviço, já que os VPS posuem uma capacidade escalonamento, alocando mais recursos à medida que for necessário.

Vantagens: velocidade, segurança.

Desvantagens: preço e disponibilidade atual.

Empresas de Hospedagem

As duas maiores empresas de hospedagem no Brasil são a Locaweb e a Kinghost. Ambas possuem hospedagem compartilhada e VPS. A Kinghost também possui uma hospedagem WordPress gerenciada, que garante mais recursos para o site do que a hospedagem compartilhada comum.

Como escolher a empresa?

Pergunte pra seu amigo que já tem um site se ele está satisfeito com o serviço. Busque em fóruns, sites de reclamação, procure saber acima de tudo como é o suporte e o pós-venda deles, se os caras não somem depois de levar o seu dinheiro.

Pra mim as duas principais coisas que devemos procurar são versões dos softwares e suporte. Hoje em dia é mais fácil achar versões mais atuais do PHP, mas verifique se todos os softwares têm versões recentes.

A maioria das empresas tem um suporte via chat. Algumas, só tem suporte por email e cobram a mais por suporte via outros canais. A vantagem da maioria das empresas brasileiras é ter um telefone para o qual podemos ligar. Imagine a casa caindo e você ter que esperar a resposta por email!

Os planos e os preços não irão variar muito, principalmente entre as empresas nacionais. Com essas informações já é possível dar mais um passo para a criação do seu site, então mete bronca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *